quarta-feira, 5 de abril de 2017

DE QUEM É A CIDADE?



 A cidade é um conjunto de propriedades públicas e privadas que em tese pertence a todos, entretanto, na prática, por conta do nosso modelo capitalista que apesar de nos permitir mobilidade social,  também nos exclui de maneira impiedosa digamos que a "cidade" seleciona o seu usufruidor. O filósofo russo Tolstoi repudiava a propriedade privada dizendo ele que a mesma seria o pivô para desigualdade da  população, contudo para fomentar, o governo segundo o IPEA investe doze vezes mais em transporte individual do que no transporte público, ou seja, o estado atrelado à interesses socioeconômicos nega indubitavelmente, o direito ir e vir, tampouco ficar! 

"Os interesses de poucos mandam na vontade da maioria da população."
No ano 2013 o Brasil parou nas chamadas manifestações dos 20 centavos em que estudantes, idosos e trabalhadores foram as ruas pedirem a redução da tarifa do transporte coletivo, dessa maneira os trabalhadores trouxeram de maneira velada a realidade vivida por muitos deles que para trabalharem e terem o que comer, dormem nas ruas ou pagam para trabalhar. Em outras palavras no brasil até o direito de ir e vir é desigual quanto mais ter direito a lazer, moradia, cultura e paradoxalmente trabalhar. Ademas, a mobilidade urbana nas capitais sofrem o chamado: macrocefalismo imobiliário onde os melhores lugares não são para todos!  E  então voltamos  ao ciclo vicioso de sempre. 
Os interesses de poucos mandam na vontade da maioria da população.

banner
Texto Anterior
Próximo Texto

0 comentários: